.mais sobre mim

.pesquisar

 

More Goodies @ NackVision

.Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
26
27
28
29
30
31

.artigos recentes

. Formação de Portugal

. Portugal

. Fases da Lua

. Sistema Solar

. Universo

. Músicas relacionada com a...

. Fauna e Flora - Seres Viv...

. Seres Vivos

. Sistema Circulatório

. Sistema Respiratório

.arquivos

. Dezembro 2008

.tags

. todas as tags

.links

Web Page Hit Counter
Discount Printer Ink
.Traduzir Blog
.pessoas online
online

.Obrigado pela sua visita!!!

a href="http://www.addglitter.com">Add Glitter Graphics - Piczo

Get Piczo Glitter Pics
blogs SAPO

.subscrever feeds

Quinta-feira, 25 de Dezembro de 2008

Portugal

Portugal é um país «à beira-mar plantado». Possui belas paisagens e majestosos monumentos que muito nos transmitem sobre a história do nosso país.

 
Portugal é representado por dois símbolos: a bandeira e o hino.
 
 
 
 

Significado da Bandeira

 

Cor verde - representa a esperança dos portugueses na grandeza da pátria;

Cor vermelha - representa o sangue derramado pelos portugueses, que deram a vida nas batalhas;

Esfera armilar - representa o Mundo e recorda o período dos Descobrimentos;

O escudo -  representa a luta pela independência;

Os castelos - representam os sete castelos conquistados aos mouros por D. Afonso III;

As quinas - representam os cinco reis mouros vencidos por D. Afonso Henriques.

 

 

O Hino Nacional chama-se «A Portuguesa». Foi criado em 1890 por Alfredo Keil, que compôs a música e Henrique Lopes de Mendonça, que escreveu os versos.

 

 

 

 

I
Heróis do mar, nobre Povo,
Nação valente, imortal
Levantai hoje de novo
O esplendor de Portugal!
Entre as brumas da memória,
Ó Pátria, sente-se a voz
Dos teus egrégios avós,
Que há-de guiar-te à vitória!

Às armas, às armas!
Sobre a terra, sobre o mar,
Às armas, às armas!
Pela Pátria lutar
Contra os canhões marchar, marchar!

II

Desfralda a invicta Bandeira,
À luz viva do teu céu!
Brade a Europa à terra inteira:
Portugal não pereceu
Beija o solo teu jucundo
O Oceano, a rugir d'amor,
E o teu braço vencedor
Deu mundos novos ao Mundo!

Às armas, às armas!
Sobre a terra, sobre o mar,
Às armas, às armas!
Pela Pátria lutar
Contra os canhões marchar, marchar!

III

Saudai o Sol que desponta
Sobre um ridente porvir;
Seja o eco de uma afronta
O sinal de ressurgir.
Raios dessa aurora forte
São como beijos de mãe,
Que nos guardam, nos sustêm,
Contra as injúrias da sorte.

Às armas, às armas!
Sobre a terra, sobre o mar,
Às armas, às armas!
Pela Pátria lutar
Contra os canhões marchar, marchar!

 

 

 

 

 

 

 

 Retirado de: http://aprenderbrincando.no.sapo.pt/portugal.htm

publicado por sissiazinhais às 15:29
link do post | comentar | favorito
|